Assunção: Município nomeado por Frei Damião

Assunção: Município nomeado por Frei Damião

Localidade era distrito de Juazeirinho e de Taperoá, e conseguiu emancipação apenas no ano de 1994

O município de Assunção foi criado em 29 de abril de 1994. Até então, a localidade era conhecida como Estaca Zero, um distrito de dois municípios, Juazeirinho e Taperoá. Para que ocorresse sua emancipação, houve um plebiscito no qual a população votou democraticamente e o distrito passou a ser, de fato, município. Essa história é conhecida pela população, mas o que poucos sabem é que a mudança do nome ocorreu a pedido de Frei Damião, durante as missões realizadas no então distrito.

“Foi quando passamos a Juliana Cavalcanti julianacavalcanti@epc.pb.gov.br chamar o lugar de Assunção, tomando como padroeira Nossa Senhora da Assunção”, ressaltou o prefeito Luiz Waldvogel de Oliveira Santos. O gestor lembra que Assunção é um dos únicos municípios do Brasil emancipado duas vezes. “Talvez Localidade era distrito de Juazeirinho e de Taperoá, e conseguiu emancipação apenas no ano de 1994 Município nomeado por Frei Damião Assunção o único”, segundo ele.

A região, onde se encontra a atual cidade de Assunção, no Cariri paraibano, fazia parte das sesmarias dos Oliveira Ledo, que desbravaram o Cariri e o Sertão do estado. A cidade, que começou com poucas residências, cresceu ao longo dos anos e, em 2000, de acordo com o Censo Demográfico do IBGE, realizado naquele ano, tinha 2.960 de habitantes. Hoje, segundo estimativa do instituto, o número estimado de habitantes é de 4.067 pessoas.

Uma das moradoras mais antigas do município, a aposentada Rita Neves de Assis, relata que, há sete décadas, Assunção era quase inabitada. “Vim morar aqui quando casei, há 70 anos, e, naquele tempo, a cidade só tinha duas ou três casas”, lembra a idosa de 90 anos, nora de Pio Salvador, um dos fundadores da cidade.

Ela conta que o marido, hoje com 94 anos, foi proprietário de uma das duas mercearias que existiram em Assunção, mas acabou abandonando o comércio e se dedicando à agricultura. Hoje, segundo ela, um dos dez filhos do casal assumiu os negócios da família.

Para a idosa, que acompanhou o processo de urbanização da cidade, a evolução é positiva, mas também trouxe problemas. “Tem muito jovem com maus costumes. Naquele tempo, não era assim. Eu acho que isso tem a ver com esse crescimento do município”, constatou.

Joelison Fernandes da Silva, mais conhecido por Ninão, é o homem mais alto do Brasil e, atualmente, o morador mais famoso da cidade. Ele tem 2,37 metros de altura e é um dos filhos ilustresdo município de Assunção. Além dele, outros nomes fizeram história na cidade, aexemplo de Júlia Borges Ferreira, professora e religiosa da Igreja Católica.

Francisco Balduíno Guedes também se destacou, em Assunção. Foi ele o doador das terras, onde se construiu a cidade. João Evangelista Correia, ex-funcionário público dos Correios, se tornou o primeiro vice-prefeito do município.

Camila Martins foi a primeira professora do município. Acácio Vieira de Andrade era agricultor e atuou como vereador na primeira legislatura do município. Já Balduíno Balbino dos Santos exerceu o cargo de vereador e comerciante. José Pedro Diniz era comerciante e foi um dos fundadoresda cidade, assim como Pio Salvador. José Francisco Júnior foi político e produtor agrícola, e João Martiniano dos Santos, além de político, era agricultor.

Escola Padrão

O valor da construção da unidade escolar padrão, erguida no município de Assunção e entregue em 2020, foram investidos cerca de R$ .282.247,08. A escola conta com quatro salas de aulas e o recurso foi distribuído ao longo de três anos.

Em 2018, foram pagos R$ 150.664,55; em 2019, R$ 1.643.823,79, concluindo em2020, com R$ 487.758,74, segundo informações da Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento da Paraíba (Suplan).

Pontos turísticos Situado numa das regiões mais secas da Paraíba, o município de Assunção, distante 206 km de João Pessoa, ocupa uma área de 132 km² e apresenta alguns pontos turísticos de destaque. Mesmo com o clima desfavorável, suas riquezas naturais chamama atenção. Um dos principais atrativos turísticos é a Serra da Samambaia, o ponto mais alto da cidade, com sua bela paisagem. A Samambaia é rodeada de matas e tem caminhos ainda desconhecidos.

Apesar do crescimento urbano, Assunção ainda mantém diversas paisagens rurais e urbanas, entre elas, a Serra da Grota. Trata-se de uma mata praticamente intocada pelo homem e pronta para ser explorada. De acordo com a Prefeitura da cidade, nas cheias, o local exibe uma linda cachoeira que também costuma atrair muitos turistas.

Monumentos

Na zona urbana, há três monumentos em forma de praças e edificações majestosas que encantam transeuntes, pessoas da cidade e visitantes. São as praças José Pedro Diniz, Atemisto Vieira e Pio Salvador de Maria. Há ainda as ruínas da antiga estação ferroviária e do centro histórico, alémdo Centro Municipal de Artesanato.

O prefeito Luiz Waldvogel enfatizou que o município possui atividade econômica na mineração, com destaque para a extração do caulim, empregando várias amílias. Tem ainda potencial na agricultura, com a produção de caju, pinha e manga. Um dos pontos fortes é a criação de gado. Na atividade comercial, conta com restaurantes, bares, mercadinhos, pousada. Junto com a agricultura familiar, o comércio se configura como fonte importante e sobrevivência.