Mato Grosso atrai turistas do Nordeste com as vaquejadas

Mato Grosso atrai turistas do Nordeste com as vaquejadas

Município conta com três parques para a derrubada do boi, que atrai multidões nos meses de janeiro, junho e setembro

O município de Mato Grosso, situado no Sertão da Paraíba, tem como uma das maiores atrações turísticas as vaquejadas. Lá existem três parques de vaquejadas que trai multidões nos meses de janeiro, junho e setembro. Parcialmente paradas desde o início da pandemia do coronavírus, esses eventos segundo o secretário de Educação do município, José Ronaldo Silva, deverão voltar a ser destaque a partir de janeiro de 2022, após a vacinação da população brasileira. As vaquejadas de Mato Grosso atraem turistas do Rio Grande do Norte, Sergipe, Alagoas, Ceará e até de Minas Gerais. O público-alvo são as pessoas que veem as vaquejadas como diversão e como uma atividade que faz parte da cultura regional.

A maior força econômica do município continua sendo o comércio de variedades, com a existência de dezenas de lojas ao estilo R$ 1,99. Na época em que essas lojas foram lançadas no município em 2014/2015, elas fizeram tanto sucesso que os empresários da cidade expandiram o negócio para João Pessoa e Campina Grande onde foram abertas centenas de lojas. Logo após o sucesso delas na capital, eles estenderam os preços dos produtos, ou seja passaram a vender objetos a partir de R$ 1,99 até R$ 99,90.

A maioria dos lojistas do segmento não mora mais em Mato Grosso, mas sempre marcam presença no município nos feriadões, principalmente nos meses de dezembro e janeiro ou nos períodos de festas. Mesmo a maioria desses empresários morando em João Pessoa, eles são proprietários de casarões ou fazendas no município onde costumam passar os feriadões e frequentar as festas populares da cidade.

No que diz respeito às festas existentes na cidade, uma das maiores e mais frequentada pelos moradores e turistas é a Festa dos Lojistas. Geralmente para esta festa que acontece no mês de julho, são contratadas bandas e artistas nacionais a exemplo de Xand Avião e Wesley Safadão, entre outros. Por este motivo, a Festa dos Lojistas ganhou fama e se transformou na festa mais popular da cidade, atraindo um público maior do que o do São João. Outra festa bastante prestigiada pelos sertanejos em Mato Grosso, é a festa do padroeiro da cidade São José, que acontece no dia 19 de março.

Ainda no que diz respeito à economia da cidade, a agricultura e a pecuária também são atividades ativas, mas em menor patamar do que o comércio de variedades. Na culinária, os pratos que fazem mais sucesso são o famoso baião de dois (rubacão) e o arroz-doce, além da tapioca com diversos recheios e sabores e das pamonhas e canjicas.

O secretário de Educação disse que 95% das ruas do município são calçadas e que o atual prefeito é Raimundo José de Lima (mais conhecido como Doca Lima), eleito pelo partido Republicano. “Como boa parte dos moradores de Mato Grosso é lojista, eu costumo dizer que essa é a cidade das caminhonetas Hilux e dos carros importados, porque em períodos de festas e longos feriados os empresários que em sua maioria mora em João Pessoa, estão sempre marcando presença na cidade com seus carros potentes”, observou ele, informando que lá a maior parte da população, a exemplo de outras cidades paraibanas pertence à classe média baixa.

Na educação, Ronaldo Silva disse que o município conta com nove escolas, sendo sete instaladas na zona rural. “A maior delas é a Escola Maria de Lourdes instalada no centro da cidade que atende alunos do Ensino Fundamental I e II. O município também dispõe de uma creche e de uma Escola do Ensino Médio que pertence à Rede Estadual de Ensino. Quanto à saúde, o município conta com o Centro de Saúde que atende a população.

Barragem no Açude Exu é um dos locais mais bonitos de Mato Grosso

“Os moradores costumam se reunir na praça para bater papo. Nos períodos de festas populares a exemplo do São João, entre outros eventos, a praça fica totalmente tomada pelos habitantes”

Capela é ponto de visitação

Um dos pontos turísticos mais visitados pelos turistas que chegam à cidade de Mato Grosso é a Capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, instalada no Sítio do Cruzeiro. “A capela toda construída em madeira, atrai principalmente católicos que vão reverenciar a estátua da santa em agradecimento por terem alcançado alguma graça”, disse Ronaldo.

Ele contou que o empresário Arione Diniz, dono da rede de Óticas Diniz em todo o país, comprou uma propriedade no município de Mato Grosso, onde construiu uma barragem no Açude Exu. “A barragem muito bonita, acabou se transformando em um ponto de visitação turística.

Outros pontos bastante visitados por quem chega a Mato Grosso são as Serras da Mala e Serra do Moleque. Ambientes propícios para a prática de trilhas. A entrada da cidade, segundo o secretário de Educação do município, com o nome da cidade colocado em um grande “M” confeccionado em madeira, também é um ponto onde os visitantes sempre param para fotografar. Já a Praça do Povo, sempre bem iluminada e arborizada é considerado o cartão postal da cidade. Ambiente onde a população geralmente se reúne nos finais de tarde. “Os moradores costumam se reunir na praça para bater papo. Nos períodos de festas populares a exemplo do São João, entre outros eventos, a praça fica totalmente tomada pelos habitantes”, informou Ronaldo informando que a cidade dispõe de um estádio de futebol e um ginásio poliesportivo onde os moradores disputam torneios e campeonatos de diversas modalidades esportivas.

Emancipação aconteceu em 1994

O município de Mato Grosso, teve sua origem após a construção de uma pequena casa por um senhor conhecido como Manuel João, numa data desconhecida. A partir dessa construção, o local acolheu toda a família dele, que predomina naquela cidade até os dias atuais. Daí em diante, foram construídas muitas outras residências, e no ano de 1977 o território foi passado à condição de distrito, e somente em 29 de abril de 1994, deu origem ao município de Mato Grosso.

O nome, foi escolhido em razão de uma extensa mata fechada, constituída de árvores grandes, com destaque para a oiticica, que cobria o local onde foram construídas as primeiras casas.

Município fica a 413 quilômetros de João Pessoa

Mato Grosso é um município do Sertão da Paraíba, localizado na região geográfica imediata de Catolé do Rocha/São Bento. Se situa a 413 quilômetros de João Pessoa e os habitantes se chamam matogrossenses. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), em 2021 a população de Mato Grosso foi estimada em pouco mais de 3 mil habitantes. A área territorial é de 85,3 km². O município tem como cidades vizinhas Riacho dos Cavalos; Lagoa, Paulista e Jericó.