Estudo indica que gatos têm incrível capacidade cognitiva

Estudo indica que gatos têm incrível capacidade cognitiva

Enquanto você passa horas procurando o novo esconderijo do seu gato, ele está te observando mesmo sem te ver. Pois é, essa foi a descoberta de um grupo de cientistas que fizeram um estudo com gatos em uma casa e um café no Japão.

Nos testes realizados pela Universidade de Kyoto, os especialistas observaram que os gatos usam pistas de áudio para rastrear a localização do seu tutor, especialmente a voz.

Saho Takagi, uma estudante de doutorado que está à frente das pesquisas e é apaixonada por gatos, contou em entrevista para a CNN, que a orelhas desses animais se move em diferentes direções para buscar indícios de movimentos e a posição exata do seu guardião. “Eu vi um gato com apenas uma das orelhas inclinada, ouvindo o som por trás dele e senti que ele devia estar pensando em muitas coisas a partir dos ruídos”, disse Takagi.

O trabalho foi realizado na casa de uma tutora e em um café para gatos e observou como os animais reagem às vozes de seus responsáveis, sem pistas visuais, usando apenas alto-falantes que reproduziam uma gravação dizendo os seus nomes.

Outro grupo de pessoas, que não era especialista em comportamento animal, classificou o nível de surpresa dos gatos em uma escala de 0 a 4 com base em comportamentos como movimentos das orelhas e da cabeça. Os gatos que passaram pelo estudo demostraram surpresa quando seus donos pareceram se “teletransportar” de um lugar para outro, concluiu o ensaio.

Esses resultados demonstram evidências de cognição socioespacial em gatos, o que significa que eles podem imaginar mentalmente onde os outros estão por meio de pistas, como o som.

Capacidade cognitiva

Macacos vervet e suricatos também demonstraram essa habilidade. O que indica para um complexo funcionamento cerebral com capacidade de imaginação semelhante a humana, onde são criadas imagens mentais através de sons e estímulos sensoriais, indicando um desempenho intelectual complexo.

Essa habilidade é particularmente importante para animais que precisam caçar presas em condições de pouca visibilidade. “Eles usam criatividade e imaginação como nós”, disse Takagi. “Acreditamos que especialmente os gatos, tem uma mente bastante profunda e complexa”, declara a cientista.

Durante as pesquisas foi contatado que alguns gatos idosos acordam angustiados quando não conseguem ver ou ouvir seus tutores. “Este é um grande exemplo de como elevar um pouco nossa expectativa em relação ao gato e perceber que eles têm a capacidade de ter um vínculo em que realmente encontraram conforto quando estão em família”, disse Ingrid Johnson , consultora certificada de comportamento de gatos da Fundamentally Feline.

Estudos descobriram que os gatos também podem distinguir entre as vozes de seus tutores e de estranhos e reconhecer emoções. “Os gatos passam a maior parte do tempo dormindo e as pessoas costumam pensar que é bom que eles durmam. Mas eles podem estar pensando em muitas coisas enquanto estão ali parados”, conclui Takagi.