Plano de saúde para pets: veja como funciona e quais são as vantagens

Plano de saúde para pets: veja como funciona e quais são as vantagens

Quando foi a última vez que seu cão ou gato foi ao veterinário? Temos o costume de levar nossos animais ao petshop para banhos e manutenção de higiene, mas e ao médico?

Encaminhados apenas na eminência de algum problema, ou quando uma doença já está instalada, as visitas no veterinário muitas vezes são evitadas devido ao seu custo.

Visitas mais frequentes aos veterinários às vezes são evitadas pelo custoVisitas mais frequentes aos veterinários às vezes são evitadas pelo custoFonte:  Shutterstock 

Mas atualmente existe uma alternativa para que seu pet possa frequentar mais vezes a sala do veterinário, praticando uma medicina preventiva: os planos de saúde animal. Veja como funcionam e como escolher qual a melhor alternativa para você e seu animalzinho de estimação.

Como funciona?

Muitas empresas já oferecem o serviço de plano de saúde para cães e gatos, que funciona em um sistema muito parecido com os planos de saúde para humanos.

Com diversos estabelecimentos credenciados pelo país, as empresas oferecem desde planos básicos que cobrem apenas consultas e vacinas, até planos que contemplam cirurgias e acompanhamento cardiológico.

Alguns planos de saúde para pets cobrem até cirurgiasAlguns planos de saúde para pets cobrem até cirurgiasFonte:  Shutterstock 

Como exemplos de preços, a Nofaro que atende São Paulo e região, possui um plano básico que atende consultas de rotina e de plantão, vacinas, exames, procedimentos clínicos e internação, por um valor mensal de R$ 49,90.

Já no plano mais completo, o valor sobe para R$ 99,90 e contempla todos os atendimentos do plano básico e inclui o atendimento em exames especiais, ecocardiograma, anestesia respiratória e mais de 40 tipos de procedimentos cirúrgicos.

Outras empresas, como a Porto.Pet, têm um leque amplo de tipos de plano, que contam com preços que variam de R$49,00 mensais, até R$ 199,90. Os planos são separados em categorias de atendimento ambulatorial, essencial e completo.

Os valores podem ter variações de acordo com o tipo de pet (gato, cão ou outro), e a existência de doença pré-existente. Fatores como a idade também têm influência no valor final.

Caso você tenha um cão idoso, certifique-se de que o plano de saúde atenda a faixa etária do seu petCaso você tenha um cão idoso, certifique-se de que o plano de saúde atenda a faixa etária do seu petFonte:  Shutterstock 

Como escolher um plano de saúde para o meu pet?

Alguns fatores devem ser considerados antes da contratação do plano de saúde pet, e vamos às dicas:

  • Verifique se o plano pretendido atende às necessidades de saúde do seu pet. Nem todos os planos de saúde fazem acompanhamento de cães idosos, com diabetes, doenças cardíacas ou outras doenças pré-existentes. Fique atento para esses detalhes, e em caso de dúvidas, entre em contato com um corretor do plano de saúde.
  • Verifique se existe uma clínica ou médico veterinário credenciado que atenda na sua região. Nem todos os serviços atendem na modalidade de reembolso, sendo assim, não adiantaria pagar um plano de saúde, e não poder utilizá-lo.
  • Verifique as condições de uso. Muitas empresas também adotam o sistema de “carência”, sendo assim, mesmo após o início do pagamento do plano, ainda terá que aguardar alguns dias para poder utilizá-lo. Nas seguradoras pesquisadas, o período de carência para procedimentos cirúrgicos é de 30 a 60 dias, e pode variar para mais ou menos tempo conforme o procedimento.
  • Verifique quais os tipos de animais o plano de saúde atende. Em geral os planos atendem gatos e cães. Caso você tenha um animal exótico, entre em contato com a empresa que vende os planos de saúde antes.
  • Pesquise sobre eficiência e idoneidade do plano. Infelizmente, às vezes compramos gato por lebre. Busque em sites de reclamação e tente conversar com pessoas que já possuem, e fazem uso, do serviço para ter certeza da qualidade do que você está prestes a comprar.

Há planos de saúde disponíveis também para gatosHá planos de saúde disponíveis também para gatosFonte:  Shutterstock 

Estas são apenas algumas dicas para que você fique atento antes de fechar uma compra que pode lhe gerar mais custos do que economia. Em casos de dúvidas sempre entre em contato com a empresa que oferece o serviço.

Cão feliz, dono feliz

A contratação de um plano de saúde pode ser muito benéfica para que seu animalzinho de estimação tenha uma vida de mais qualidade e por mais tempo.

Por diversos motivos ainda não temos uma medicina veterinária preventiva tão arraigada na nossa cultura, quando se trata de animais de estimação, mas os planos de saúde podem ser um auxílio para que isso mude.

Assim como nos planos de saúde para humanos, nem todas as doenças e procedimentos têm cobertura, mas levar seu pet ao menos uma vez ao ano para realizar uma consulta, é melhor do que levá-lo apenas quando já está doente.

Cuidar e manter a saúde do seu animal é garantia de economia, vida duradoura e feliz, tanto para seu animalzinho, quanto para você que tem o privilégio da companhia dele.