Ovo de tubarão é visto pela 2ª vez em menos de um mês em Pernambuco

Ovo de tubarão é visto pela 2ª vez em menos de um mês em Pernambuco

Na região de Morro São José, em Fernando de Noronha, Pernambuco, foi flagrado pela segunda vez em menos de um mês algo raro: um ovo de tubarão. Quem encontrou o ovo dessa vez foi Erivaldo Alves Silva, surfista e pescador local também conhecido como Nego Noronha, durante um mergulho.

O primeiro encontro aconteceu no dia 26 de agosto próximo à Ressurreta, na Ilha Rata, pelo fotógrafo Renato Magalhães, e o segundo aconteceu no dia 14 de setembro, última terça-feira. O ovo de tubarão também é conhecido como cápsula bolsa de sereia, e o ovo em questão era da espécia tubarão lixa. O avistamento, segundo o especialista e engenheiro de pesca Léo Veras, é uma notícia boa.

Imagem: Nego Noronha/Acervo pessoal

“Isso é uma evidência de que a população de tubarões está crescendo em Noronha. O tubarão-lixa, felizmente, deixa esse rastro de reprodução.  Nos lugares onde existem muitos predadores, como tubarões, a base da cadeia alimentar está saudável”, contou o profissional ao G1. Ele conta ainda que a espécie se reproduz a cada dois anos, nascendo cerca de 20 a 30 filhotes a cada gestação. Veras diz que os tubarões filhotes saem do ovo ainda dentro da fêmea, que somente depois expulsam o ovo e o filhote, que nasce com cerca de 30 centímetros de comprimento.