O que é metformina e como ela protege contra o diabetes?

O que é metformina e como ela protege contra o diabetes?

*Este texto foi escrito com base em artigos científicos, informações de agências e autoridades sanitárias, hospitais e especialistas em saúde. Para uma melhor orientação sobre o consumo de qualquer medicamento, procure um médico ou farmacêutico.

O diabetes tem se tornado um problema recorrente em nossa sociedade. A má alimentação aliada à falta de exercícios físicos, tem tornado a população mais propensa a desenvolver a doença. Mas existe uma medicação capaz de auxiliar na prevenção e no controle do diabetes: a metformina.

O remédio é capaz de controlar os níveis de açúcar no sangue, assim como auxiliar as células do nosso corpo a fazerem um uso mais eficaz da insulina produzida pelo próprio organismo.

Além do tratamento para diabetes tipo 2, a metformina também pode ser utilizada para outros usos terapêuticos, como por exemplo, tratamento da Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP).

Como a metformina age no organismo?

A metformina é uma medicação que auxilia na redução da glicose circulante no sangue, e estimula um melhor uso da insulina produzida em nosso corpo pelo pâncreas.

Atividade física é uma das melhores maneiras de evitar o surgimento do diabetesAtividade física é uma das melhores maneiras de evitar o surgimento do diabetesFonte:  Shutterstock 

Essa medicação pode ser utilizada sozinha para o controle glicêmico, ou em conjunto com outras medicações que desempenhem o mesmo papel antidiabético.

A metformina é utilizada apenas no tratamento do diabetes tipo 2, pois ela não estimula a produção de insulina no organismo, apenas auxilia para que a insulina naturalmente produzida seja melhor utilizada.

Em pacientes com diabetes tipo 1, o corpo perde a capacidade de produção de insulina, o que faz com que a pessoa necessite de outros tipos de medicação e tratamentos.

A metformina também age sobre o fígado, inibindo a produção excessiva de glicose, e no intestino, diminuindo a absorção desse açúcar pelas paredes intestinais.

Esse conjunto de ações auxilia no controle do diabetes, ou mesmo na prevenção para pessoas com pré-disposição e risco aumentado para o desenvolvimento da doença.

Quando devo tomar metformina?

O diabetes é uma doença silenciosa, e muitas vezes não apresenta sintomas. Por isso é de suma importância realizar exames de rotina, ao menos uma vez ao ano.

Nas consultas de rotina, seu médico saberá lhe informar sobre suas condições de saúde, e a possível necessidade do uso da medicação para auxilio do controle, ou prevenção do diabetes tipo 2.

O diabetes pode trazer riscos a saúde, como maiores chances de infarto  e desenvolvimento de problemas renaisO diabetes pode trazer riscos a saúde, como maiores chances de infarto  e desenvolvimento de problemas renaisFonte:  Shutterstock 

A medicação também é indicada para o tratamento de gestantes que desenvolveram diabetes gestacional. Até o momento a medicação é considerada segura, e não houve contraindicações sobre seu uso durante o aleitamento materno.

Outro uso da metformina tem sido para o tratamento da SOP, mas é uma recomendação off-label. Isso significa que a medicação auxilia no tratamento da doença, mesmo não tendo sido desenvolvido para esse fim. Mas ainda não existem comprovações definitivas sobre os reais benefícios da medicação nessa abordagem terapêutica.

Lembre-se não pratique a automedicação, sempre procure aconselhamento médico.

Quais as contraindicações da metformina?

Apesar de seguro, o uso da medicação deve observar algumas condições clínicas existentes no paciente. A Metformina não deve ser tomada por:

  • Pessoas com doença renal crônica;
  • Pessoas com doenças no fígado;
  • Pessoas com diabetes de difícil controle;
  • Pessoas em tratamento de insuficiência cardíaca, ou que tiveram infarto recentemente;
  • Pessoas que passarão por procedimentos cirúrgicos;
  • Alcoolistas;
  • Pessoas com problemas respiratórios.

Quais os efeitos colaterais?

O tratamento com metformina pode apresentar alguns efeitos colaterais, entre eles:

  • Diminuição do apetite;
  • Dores de estômago;
  • Diarreia;
  • Gosto metálico na boca;
  • Náusea.

A metformina por si só não induz a hipoglicemia, mas caso seja tomada em conjunto com outras medicações, pode induzir ao quadro.

Metformina emagrece?

Algumas pessoas têm utilizado essa medicação para o emagrecimento. Apesar de haver indícios de que haja de fato uma perda de peso nos pacientes que realizam tratamento com o remédio, os especialistas dizem que outros fatores têm maior influência no emagrecimento.

Estudos apontaram que a metformina poderia auxiliar na perda de peso devido a alteração que a medicação causa no intestino para a absorção de açúcar, em conjunto com os efeitos colaterais de diarreia e perda de apetite. Mas a perda de peso não é significativa e não se mantém após o corpo se habituar ao uso da medicação.

Pessoas em tratamento contra diabetes são estimuladas a realizarem uma mudança de hábitos, como a melhora da alimentação e a prática de exercícios físicos, e essas mudanças promovem uma perda de peso mais saudável, de forma gradual e com resultados por mais tempo.

Ao invés de proporcionar o milagre do emagrecimento, o uso indiscriminado da metformina pode trazer graves riscos de saúde. A melhor forma de perder peso é através de hábitos de alimentação saudável, e prática regular de exercícios físicos.