Moda sustentável: 5 dicas para um guarda-roupa mais consciente

Moda sustentável: 5 dicas para um guarda-roupa mais consciente

Sabia que é possível fazer a diferença para o meio ambiente através do seu armário? Confira!

 

Embora mudanças sejam constantes e comuns na moda, uma tendência que tem ganhado cada vez mais destaque no Brasil e no mundo é a chamada moda sustentável, prática cujo objetivo é proporcionar o menor impacto ambiental possível ao longo das cadeias de produção e de consumo.

O cuidado com o meio ambiente é necessário e urgente. E assim como outras indústrias, a moda sempre teve seu impacto no meio ambiente, mas nem sempre de uma maneira positiva.

Está gostando da notícia? Fique por dentro das principais notícias

Contudo, os consumidores estão cada vez mais atentos, bem como os próprios profissionais da indústria. Assim, a moda sustentável veio com força total nos últimos tempos e ganhou ainda mais proporção durante a pandemia, já que com todos os acontecimentos alarmantes do ano passado, as pessoas passaram a ter mais consciência na hora de consumir.

Pensando nisso, com a ajuda das estilistas Olivia Rubens e Sú Martins, separamos 5 dicas para você começar a praticar a moda sustentável ainda hoje! Confira:

Desapegar

Essa atitude pode contribuir (e muito!) com o planeta e com as pessoas. Você já parou para pensar que temos o costume de guardar roupas que já não usamos mais? Seja por não servir ou por ter enjoado da peça, essas roupas continuam paradas no armário.

Desse modo, uma solução para quem tem essa dificuldade em desapegar é começar a pensar no próximo; afinal, muitas pessoas não têm condições de comprar roupas novas.

A iniciativa de doar roupas usadas pode fazer toda a diferença para quem precisa e ainda ajudar você a aliviar um espaço dentro do seu guarda-roupa.

Personalizar

Quando enjoamos de alguma roupa, é comum não conseguirmos mais montar um look, pois parece que nada mais combina com aquela peça. Mas saiba que para isso também existe solução: as adaptações nas peças de roupas têm se tornado cada vez mais corriqueiras.

Ao personalizar uma peça, você não só traz mais da sua personalidade para seus looks como também os deixa muito mais estilosos. Vale com qualquer peça de roupa – e a dica é apostar em miçangas, patches, tinturas e cortes!

Consciência na hora de comprar

Quem nunca achou uma peça linda na vitrine, foi logo comprando e quando de fato foi utilizar percebeu que não combina com você?

Essa é uma atitude comum, pois o fato de comprar por impulso nos leva a tomar decisões nem sempre corretas. E com isso o acúmulo de roupas paradas no guarda-roupa só aumenta – além dos gastos desnecessários.

Para evitar que isso aconteça, antes de comprar qualquer roupa, pare, pense e reflita: será mesmo que vai combinar com a minha personalidade e estilo? Possuo outras peças que combinam? Preciso mesmo comprar mais roupas nesse momento?

Compre e desapegue

Uma outra forma de contribuir para uma moda mais sustentável é desfazer-se de uma peça após comprar outra.

Além de manter uma rotatividade em seu guarda-roupa, você pode ajudar outras pessoas doando aquela peça que não vai mais fazer parte dos seus looks ou então juntar uma graninha extra ao vender peças paradas, por exemplo.

Comprar de brechós

Além de ser mais acessível por ter valor inferior a roupas compradas diretamente de lojas, é possível criar grandes looks com roupas de brechós. Basta ter criatividade e bom senso na hora de escolher as peças, sempre aproveitando modelos que se encaixam no seu estilo.