Dia dos Finados exige cuidado com a disseminação do coronavírus

Dia dos Finados exige cuidado com a disseminação do coronavírus

Muita gente deve procurar os cemitérios nesta terça-feira, para prestar homenagens aos entes queridos que se foram. Pela segunda vez, o feriado de finados vai cair durante a pandemia de covid-19. Por isso, é preciso tomar cuidados especiais para evitar a disseminação do novo coronavírus.

No Distrito Federal, os protocolos de segurança contra a covid-19 no feriado foram publicados na última quinta-feira. De acordo com o decreto, todas as pessoas que forem aos cemitérios devem usar máscaras e manter distância mínima de dois metros. O acesso de grupos só vai ser permitido até o número máximo de seis pessoas. A previsão do governo é de que 500 mil pessoas visitem os cemitérios do DF no dia de finados.

Já em São Paulo, a prefeitura estima que cerca de 100 mil pessoas devem visitar os 22 cemitérios municipais nesta terça-feira. Os protocolos de segurança da capital paulista também incluem a obrigatoriedade de máscaras, medição de temperatura e oferta de álcool em gel.

No Rio de Janeiro, os cemitérios vão contar com totens de álcool em gel para o público, além de banheiros químicos. A população também deve fazer uso de máscaras e manter o distanciamento social. A prefeitura do Rio não divulgou a estimativa de público que deve comparecer aos cemitérios da capital fluminense.

Edição: Sheily Noleto / GT Passos