De norte a sul do Brasil, boas práticas estimulam o consumo de frutas, legumes e verduras

De norte a sul do Brasil, boas práticas estimulam o consumo de frutas, legumes e verduras

Uma série de Diálogos Regionais está ampliando o debate sobre a produção, o abastecimento e o consumo de frutas, legumes e verduras no Brasil.

Como parte do Ano Internacional das Frutas, Legumes e Verduras, a série já discutiu iniciativas das regiões Sudeste, Sul e Nordeste do Brasil. Em setembro, serão realizados diálogos sobre Norte e Centro-Oeste.

A ação é fruto de uma parceria entre o Ministério da Saúde, o Instituto Nacional do Câncer (INCA), a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS), a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e o Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos (WFP)

Com o objetivo de ampliar o debate sobre a produção, o abastecimento e o consumo de frutas, legumes e verduras, o Ministério da Saúde e o Instituto Nacional do Câncer (INCA), em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS), a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e o Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos (WFP), promovem uma série de Diálogos Regionais.

As série faz parte da programação do Ano Internacional das Frutas, Legumes e Verduras, instituído pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Os diálogos começaram em 24 de agosto e edições Sudeste, Sul e Nordeste já foram realizadas. Para participar ao vivo das edições Centro-Oeste e Norte, basta fazer a inscrição gratuita aqui. As gravações estarão disponíveis posteriormente.

Os diálogos também pretendem fomentar a inscrição de experiências inspiradoras na plataforma Laboratório de Inovação: Incentivo à produção, à disponibilidade, ao acesso e ao consumo de frutas, legumes e verduras. As inscrições no Laboratório também estão abertas a profissionais e instituições que tenham experiências inovadoras dentro do tema. As iniciativas registradas na plataforma irão subsidiar a elaboração de um conjunto de recomendações para políticas setoriais e intersetoriais para o desenvolvimento de estratégias, ações, programas e projetos associados ao tema, e serão apresentadas em Congresso Internacional, em outubro.

Projeto Nutrir o Futuro – A inserção do tema de produção, abastecimento e consumo de frutas, legumes e verduras (FLV) em uma estratégia de incentivo às redes de informação apoiam os países a alcançarem o objetivo final do projeto Nutrir o Futuro, que é a implementação de políticas capazes de reverter o quadro de múltipla carga de má nutrição, em especial a obesidade infantil. O incentivo ao consumo desses alimentos é fundamental para a promoção da alimentação adequada e saudável, com maior diversidade no consumo alimentar, o que tem um importante papel na prevenção de doenças crônicas não transmissíveis e de todas as formas de má nutrição.

Um dos produtos a serem desenvolvidos como resultado dessa série de eventos, no âmbito do projeto, é a elaboração de um documento técnico que reunirá recomendações, com base na experiência brasileira de fomento à agenda de FLV, como ação prioritária no conjunto de ações de prevenção e reversão do cenário de obesidade. O projeto Nutrir o Futuro é uma parceria entre o Centro de Excelência do WFP, o Ministério da Saúde e a Agência Brasileira de Cooperação.

Próximos diálogos

Veja também as edições anteriores no YouTube do Centro de Excelência do WFP.