Este incrível gerador de energia marítimo superou expectativas em testes

Este incrível gerador de energia marítimo superou expectativas em testes

A produção de energia elétrica limpa a partir das ondas do mar já é uma realidade na King Island, localizada no Estreito de Bass, que separa a ilha Tasmânia da Austrália, e pode se tornar mais uma opção sustentável e de baixo custo no combate às mudanças climáticas.

Em 2021, a WSE construiu uma uma plataforma marítima móvel com capacidade de 200kW, chamada de UniWave 200, capaz de criar mudanças na pressão do ar, com base na força da água do mar, e movimentar uma turbina que fornece energia suficiente para abastecer a costa.

Após um ano de testes, a empresa Wave Swell Energy (WSE) declarou que a plataforma instalada no quebra-mar da ilha produziu resultados surpreendentes. O dispositivo produziu energia elétrica limpa para o microgrid da ilha por 24 horas em um período de 12 meses.

energia-limpa-wse

Imagem: Fotografia da plataforma UniWave 200, que produz energia elétrica limpa em alto mar, da empresa Wave Swell Energy. Créditos: Wave Swell Energy

Em um comunicado direcionado à imprensa, o CEO da WSE, Paul Geason, explicou que “uma das principais conquistas foi entregar resultados reais nas condições oceânicas da Tasmânia para complementar a modelagem de testes da AMC. Em alguns casos, o desempenho da nossa tecnologia no oceano superou as expectativas devido às lições que aprendemos através do projeto, melhorias tecnológicas e os refinamentos que fizemos ao longo do ano.”

Energia limpa sem prejuízo para vida marinha

Dentre as capacidades observadas, está o fato de que a plataforma pode ser rebocada para qualquer local costeiro e ser conectada à rede de energia local, uma facilidade sem precedentes. Veja abaixo um vídeo disponibilizado pela WSE de como o dispositivo funciona:

Além disso, o design do aparelho permite que as turbinas que geram energia elétrica sejam muito mais baratas e simples. Como todas as partes móveis do dispositivo estão acima da linha d’água, a vida útil dos componentes é prolongada, e essa configuração impede que a vida marinha seja de alguma forma agredida pelo funcionamento da plataforma.

Com o fim do período de teste na King Island, no final de 2022, a empresa encarará um novo desafio: a comercialização do produto. Para o CEO da WSE, o foco será “garantir que o mercado abrace a tecnologia da WSE e as unidades sejam implantadas para fornecer energia limpa em escala de utilidade para redes continentais em todo o mundo”.