Dietas veganas são mais saudáveis ​​e seguras para os cães, sugere estudo

Dietas veganas são mais saudáveis ​​e seguras para os cães, sugere estudo

Pesquisa realizada com mais de 2 mil donos de pets revelou que aqueles com dieta vegana tiveram menos problemas de saúde durante o período analisado

O maior estudo já feito sobre o assunto até o momento revelou que uma dieta vegana é mais saudável ​​e segura para os cachorros (desde que seja nutricionalmente completa) do que uma alimentação à base de carne.

O estudo, publicado na revista Plos One, analisou questionários respondidos por 2.536 donos de cães e acompanhou a dieta e a saúde desses animais ao longo de um ano. Para chegar aos resultados expostos pelos pesquisadores, foram avaliados sete indicadores, entre eles o de visitas ao veterinário e o de doenças comuns aos cachorros.

De acordo com a pesquisa, quase metade dos cães com dietas convencionais precisaram de medicação não rotineira. O mesmo aconteceu com apenas um terço dos cães alimentados com dietas veganas. “Nosso estudo é de longe o maior estudo publicado até hoje. Revelou que as escolhas alimentares mais saudáveis ​​e menos perigosas para cães são dietas veganas nutricionalmente saudáveis”, afirmou ao The Guardian o professor Andrew Knight, da Universidade de Winchester, no Reino Unido, que liderou o estudo.

Pesquisadores investigam benefícios de uma dieta à base de vegetais para a saúde dos cães  — Foto: Getty Images

Pesquisadores investigam benefícios de uma dieta à base de vegetais para a saúde dos cães — Foto: Getty Images

O estudo apontou ainda que 17% dos cães com dietas convencionais, 9% dos veganos e 8% dos que comiam carne crua tiveram quatro ou mais visitas ao veterinário ao longo de um ano. Sobre a pequena vantagem de uma dieta com carne crua sobre a vegana neste indicador, os pesquisadores afirmaram que estes cachorros eram significantemente mais jovens, o que lhes dava uma vantagem.

A porcentagem de cães que apresentou problemas de saúde durante o período analisado foi de 49% para a dieta convencional, 43% para a dieta de carne crua e 36% para a dieta vegana. “Estudamos o que cães reais em lares normais comiam e seus resultados de saúde. Isso nos dá uma boa indicação de quais são os resultados para os cães no mundo real”, disse Knight.

Para Justine Shotton, presidente da Associação Britânica de Veterinária, o novo artigo contribui para o corpo de evidências que apoiam os benefícios de uma dieta vegana, mas ainda faltam dados robustos sobre as consequências para a saúde de um grande número de cães que mantenham uma dieta vegana ao longo de muitos anos. “Embora não recomendemos, teoricamente é possível alimentar um cão com uma dieta vegetariana, mas os donos precisariam seguir conselhos veterinários especializados para evitar deficiências alimentares e doenças associadas”, disse ela.